Como potencializar a tomada de decisões baseada em dados?

tomada-decisao-baseada-dados

A tomada de decisão baseada em dados é um avanço proporcionado pela evolução da tecnologia e da internet que ajudaram a desenvolver ferramentas que fazem a aquisição, a análise e a definição de novos objetivos.

Durante muitos anos, o principal obstáculo era conseguir coletar os dados, pois os métodos existentes eram totalmente analógicos, o que exigia muito tempo e pessoas envolvidas em uma única tarefa.

Essa dificuldade existia tanto em relação a demanda de dados interna quanto externa. Mensurar o impacto de um anúncio de TV ou em uma revista, por exemplo, era algo que impunha bastante dificuldade.

Hoje, existem dados praticamente para todos os processos de gestão que precisam ser acompanhados e analisados. Dessa forma, qualquer empresa pode ter decisões baseadas em dados e definir metas realistas para cada operação.

Quer aprender a usar dados para criar suas estratégias? Continue lendo e aprenda como fazer isso na prática para melhorar as tomadas de decisão.

Quais são os fundamentos das decisões baseadas em dados?

O processo de tomada de decisão baseada em dados segue um fluxo fundamentado em quatro etapas principais até a decisão. São elas:

  • Aquisição
  • Análise 
  • Comunicação 
  • Tomada de decisão

Entenda o que é feito em cada etapa.

Aquisição

A aquisição de dados é a primeira etapa que fundamenta as decisões baseadas em dados. Como o próprio nome diz, a aquisição é a coleta dos dados na fonte.

Dependendo do que está sendo analisado, existirá um meio mais eficiente de coletar as informações como:

  • pesquisa de satisfação: para avaliar os serviços de atendimento ao cliente;
  • pesquisa de clima organizacional: avalia a satisfação dos funcionários com o ambiente de trabalho;
  • acompanhamento dos resultados em tempo real: por meio de ferramentas de business intelligence;
  • consulta a banco de dados relacionados ao contexto da decisão, entre outros.

Essas informações podem estar organizadas dentro de uma planilha de dados ou em um software que gera relatórios automáticos.

Análise

Com as informações coletadas em mãos, começa a etapa de análise, também chamada de mineração de dados

Nessa etapa, a equipe começa a fazer descobertas, ou seja, identificar quais são os resultados que a atividade analisada alcançou, se evoluiu ou se houve retração, etc. 

Também é feito o agrupamento e a classificação para facilitar a interpretação e a fazer relações entre os dados analisados.

Comunicação

Geralmente, um grupo ou pessoa fica à frente das etapas de aquisição e análise, portanto, são os responsáveis pela comunicação dos dados obtidos para o restante da equipe.

Então, com o apoio de tabelas e gráficos é feito um repasse do contexto e dos objetivos da análise e o que os resultados indicam. Esse é um passo importante, pois coloca toda equipe na mesma página para seguir para a próxima etapa.

Tomada de decisão

A quarta etapa que fundamenta as decisões baseadas em dados é a tomada de decisão em si. Agora, que a equipe tem como base as informações coletadas e analisadas, é possível tomar novas decisões mais assertivas.

O ponto principal sobre esse fluxo para definir ações é que os dados poderão ser mensurados e analisados novamente para acompanhar sua evolução.

Leia também: Google Data Studio: como usar, visualizar e combinar dados?

Como fazer a tomada de decisão baseada em dados?

Vamos nos aprofundar agora no processo de tomada de decisão que é o momento em que ações estratégicas são definidas. 

É importante seguir uma linha de raciocínio para que os dados não sejam deixados de lado e os “achismos” guiem as decisões. Aprenda como organizar o trabalho para que a tomada de decisão seja realmente baseada em dados:

1. Saiba o que vai analisar

É impossível tomar uma decisão sem saber sobre o que você vai agir. É um problema de gestão interna? É a insatisfação dos clientes? É a taxa de conversão do e-commerce que está baixa?

Criando um ponto de partida, fica mais fácil saber de onde os dados sobre essa atividade podem ser extraídos e até mesmo se a empresa tem as ferramentas certas para coletar esses resultados.

Na gestão interna, é preciso ter indicadores de desempenho para usar de base. Para saber o grau de satisfação do cliente, é preciso aplicar pesquisas. O monitoramento de um e-commerce exige um ferramenta de análise integrada, como o Google Analytics

2. Entenda o cenário atual

A análise sobre a atividade que está sendo avaliada tem um determinado desempenho no presente e, além de entender quais resultados estão sendo alcançados, é importante saber os outros fatores que estão influenciando a situação.

Essas indicações também vem da leitura dos dados. Por isso, à medida que a equipe começa a compreender o que está levando a ineficiência em alguma tarefa, deve aprofundar nas análises para obter mais informações que deem uma visão global do cenário atual

3. Abra espaço para opiniões

O processo de tomada de decisão baseada em dados é também um processo colaborativo. Afinal, quando se trata de uma empresa, nenhuma decisão deve ser tomada por uma única pessoa e comunicada sem espaço para discussão.

Por isso, o brainstorming é importante e enriquece as conversas. Cada pessoa envolvida pode falar sobre o que ela percebe na prática e que os dados corroboram ou que não demonstram com clareza. Então, os dados são caminhos para conversas valiosas.

4. Selecione a melhor solução

Como em todo processo de decisão, é necessário chegar a uma conclusão. A vantagem de ter dados é que é possível entender a prioridade do momento e, portanto, onde a empresa deve atuar primeiro.

Por isso, outras decisões baseadas em dados que forem sugeridas podem ser arquivadas, pois em algum momento alguma definição pode ser colocada em prática ou ser executada como um plano B.

5. Acompanhe o progresso e os resultados

As decisões estratégicas de um negócio devem ser monitoradas de perto para verificar se as ações estão sendo feitas corretamente e se os resultados estão caminhando para o esperado ou não.

Com ferramentas de monitoramento é possível obter esses detalhes em tempo real e fazer ajustes para alcançar o resultado esperado.

Vantagens de tomar decisões baseadas em dados

A tomada de decisão baseada em dados é uma estratégia mais acessível atualmente do que anos atrás e investir nesse trabalho traz diversas vantagens como:

  • Otimização de processos: quanto melhor organizados forem cada processo, mais fácil é extrair dados úteis que permitem direcionar melhorias e mudanças no negócio;
  • Aumento de produtividade: com a inclusão de ferramentas tecnológicas para facilitar a captura, organização e leitura de dados, as equipes podem trabalhar com mais agilidade e de forma assertiva
  • Redução de custos: as soluções para criar um data warehouse na nuvem tem um custo-benefício melhor que os sistemas antigos e com base em dados confiáveis, é possível tomar decisões para reduzir os custos em várias áreas da empresa;
  • Melhor estrutura de segurança de dados: os sistemas na nuvem são protegidos com camadas de segurança avançadas, criptografia, entre outras medidas que impedem o acesso às informações privadas que estão arquivadas neles.
  • Investimento em novas operações: os dados das análises também auxiliam a identificar oportunidades do mercado, tendências que estão surgindo, o que ajuda a guiar planos de expansão e de criação de novos produtos/serviços.

Estruture uma gestão baseada em dados na sua empresa

Agora que você entende o fluxo e o processo de tomada de decisão baseada em dados, pode começar a planejar a infraestrutura para fazer coletas e análises com rapidez e segurança.

Uma das soluções para criar um data warehouse, como são chamados os sistemas que executam análises de dados, é o BigQuery, um produto do Google Cloud Platform. O programa executa desde análises simples até as em massa em escala de petabytes.

A vantagem é que uma vez abastecido com a fonte de dados, as análises no BigQuery envolvem zero trabalho operacional. Comparado a outras soluções de armazenamento de dados na nuvem, o sistema do Google tem um custo total de propriedade (TCO) 26% a 34% menor, considerando um período de uso de três anos.

No vídeo abaixo, você pode entender mais sobre a aceleração da transformação digital nas empresas e porque investir em tecnologia é tão importante:

.

A Safetec pode te auxiliar na transformação digital da sua empresa e na implementação de soluções como o BigQuery, máquinas virtuais e servidores na nuvem que darão suporte para os bancos de dados que fornecerão informações comerciais valiosas.

Fale com nossos consultores e comece hoje a modernizar sua infraestrutura de trabalho.