O que é segurança da informação e quais os seus pilares?

seguranca-da-informacao

A segurança da informação nas empresas é fundamental para proteger informações estratégicas sigilosas, além dos dados sobre os clientes.

Na era digital, informação tem valor e, por isso, proteger e educar os funcionários para usar os equipamentos ajuda a fortalecer a estrutura organizacional.

As empresas estão ligadas nas vulnerabilidades que a tecnologia pode causar se foram mal administradas. As principais ameaças segundo o relatório ‘Allianz Risk Barometer 2021’ são interrupções de negócios e ataques cibernéticos.

No Brasil, o que mais preocupa, de acordo com o relatório, são as ameaças de crimes digitais. Por isso, a segurança de informação, privacidade na internet e proteção de dados são preocupações importantes.

Mesmo com esse cenário que deixa todos em estado de alerta, existem formas de proteger as informações do seu negócio e aproveitar o melhor que a transformação digital tem a oferecer. 

Neste artigo, vamos explicar o conceito de segurança da informação, os pilares e como garantir que sua empresa passe longe de problemas. 

Boa leitura!

O que é segurança da informação?

A segurança da informação é o termo que caracteriza as ações voltadas para a proteção de um grupo de dados, evitando que informações sigilosas cheguem ao conhecimento público

Com a popularização da internet e do uso de computadores e dispositivos móveis, também surgiram ameaças eletrônicas como vírus, malwares e ataques de hackers.

Por isso, criar um sistema de gestão digital seguro é um requisito padrão para todas as empresas que optam pela digitalização de processos.

Além de escolher com atenção quais serviços e ferramentas sua empresa vai usar, conscientizar a equipe sobre segurança de dados também é fundamental.

Quais são os pilares da segurança da informação?

Os pilares da segurança da informação que devem ser priorizados são:

  • Confidencialidade; 
  • Integridade;
  • Disponibilidade;
  • Autenticidade; 
  • Conformidade.

Confira quais são as principais características e cada pilar a seguir.

Confidencialidade

A confidencialidade significa que uma informação não será divulgada sem autorização, permanecendo totalmente sigilosa.

A criptografia de dados é um recurso utilizado por muitos serviços digitais para proteger a troca de informações nos sistemas, garantindo que ninguém consiga decodificá-las.

Dentro de uma empresa, a confidencialidade leva a implementação do controle de acesso aos arquivos para que apenas pessoas com nível de permissão tenham acesso. 

Integridade

A integridade em segurança da informação garante que os dados não sejam alterados por uma pessoa sem a autorização necessária.

Isso é válido tanto para quando as informações estão em tráfego sendo movidas para o armazenamento em nuvem, por exemplo, ou no acesso diário ao sistema. 

Um exemplo de recurso que garante integridade é o esquema de compartilhamento dos documentos do Google. Uma pessoa pode receber uma planilha apenas com permissão para visualizá-la, não podendo fazer nenhuma redução. 

Leia mais: O que é o Google Docs? Economia e colaboração em sua empresa.

Disponibilidade

A disponibilidade é outro pilar da segurança da informação que tem impacto direto na produtividade da equipe. Afinal, demorar para encontrar um arquivo pode atrasar uma tomada de decisão e até uma reunião com o cliente.

Por isso, todos os arquivos da empresa devem estar em um sistema a que todos tenham acesso, de acordo com seu nível de permissão e possam acessá-lo sempre que precisar.

O acesso dos funcionários deve ser configurado para que ele tenha autonomia de acesso no dia a dia, respeitando, é claro, a confidencialidade das informações. 

Autenticidade

Também é importante para a segurança da informação que seja possível confirmar a autenticidade dos dados. Saber quem criou os arquivos ou o último a editar é importante para que a integralidade não se perca.

Nas ferramentas Google de criação de documentos de texto, planilhas e apresentações, é possível ver não só quem é o criador de cada arquivo, mas também a última edição e quais modificações foram feitas. Um recurso simples e que facilita a rotina das equipes.

Conformidade

Por fim, o último pilar da segurança da informação é a conformidade que garante que as leis e normas que regulamentam os processos de cada empresa sejam seguidas.

Essa definição ajuda a criar padrões para as atividades que orientam o trabalho e ajudam a identificar se o documento pertence à empresa.

Como é feita a segurança da informação?

Na prática, a segurança da informação é feita seguindo alguns procedimentos como:

– Criação de uma Política de Segurança da Informação: especifica o que pode e o que não pode ser feito em relação ao compartilhamento de documentos na empresa e boas práticas para evitar ameaças e ataques cibernéticos;

– Implementação de backups automáticos: utilizando a nuvem como ferramenta, é possível criar máquinas virtuais (servidor) para armazenar e manter os arquivos e backups seguros e acessíveis;

– Plano de antecipação de riscos: é importante para a segurança da informação que exista um plano executado por profissionais de TI para encontrar falhas e vulnerabilidades no sistema da empresa antes que aconteça uma ocorrência grave;

– Treinamento da equipe: os erros dos usuários são os que mais colocam em risco a segurança da informação. Então, ensinar a forma correta de proceder e o que evitar fazer na internet ajuda a evitar danos;

– Cloud computing: as soluções de computação em nuvem de fornecedores confiáveis do mercado possuem protocolos de segurança avançados, o que ajuda a cobrir todos os pilares necessários para criar um sistema realmente seguro.

Tenha um sistema de gestão seguro na sua empresa

Quando o assunto é segurança da informação, as ferramentas do Google são a melhor opção para implementar no seu negócio.

Com o Google Workspace, sua empresa consegue criar uma gestão dos arquivos 100% na nuvem com todos os protocolos de segurança necessários para garantir o sigilo e o uso correto dos funcionários.

A Safetec ajuda seu negócio a fazer a transição da sua infraestrutura de trabalho para a nuvem e transformar a maneira da sua equipe trabalhar. Fale com nossos consultores!